Alivia os sintomas da hiperplasia prostática benigna



O cloridrato de tansulosina reduz a tensão da musculatura da próstata e da uretra e desse modo promove o aumento do fluxo urinário. O tempo médio estimado do início de ação é entre 4 e 8 horas.

Indicações

O medicamento alivia os sintomas da hiperplasia prostática benigna (HPB).

Contraindicações

É contraindicado nos casos de alergia a qualquer componente do produto.


Este medicamento é contraindicado na faixa etária abaixo de 16 anos.

Advertências: Informe ao médico ou cirurgião-dentista o aparecimento de reações indesejáveis. Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para sua saúde. Atenção diabéticos: Contém açucar.

Precauções

O medicamento pode provocar diminuição da pressão arterial que, em casos raros, pode levar a falha da circulação. Os pacientes que já apresentaram pressão baixa ao se levantar podem ser mais propensos a terem falha da circulação. Aos primeiros sinais de pressão baixa ao se levantar como tontura e fraqueza, você deve sentar-se ou deitar-se até o desaparecimento dos sintomas. Pacientes com insuficiência renal ou hepática grave devem ser tratados com cautela. Muito raramente pode ocorrer priapismo que é a ereção persistente e dolorosa do pênis não relacionada à atividade sexual. Contatar o médico se tais reações ocorrerem.

Em alguns pacientes em tratamento, ou que haviam sido tratados anteriormente com este medicamento, foi observada a ocorrência, durante a realização da cirurgia de catarata, da Síndrome Intraoperatória da Íris Frouxa (IFIS). Esta síndrome pode aumentar a incidência de complicações durante a cirurgia de catarata.

Assim sendo não é recomendado iniciar o tratamento com o medicamento caso exista programação para realização da cirurgia de catarata. A interrupção do tratamento com este medicamento, 1 a 2 semanas antes da cirurgia de catarata, pode ser de alguma ajuda, no entanto, a duração e o benefício desta interrupção ainda não foram estabelecidos.

Durante a avaliação pré-operatória, os cirurgiões e oftalmologistas devem ser informados sobre o tratamento com o medicamento para medidas apropriadas sejam tomadas durante a cirurgia.

Interações medicamentosas

O diclofenaco e a varfarina podem aumentar a velocidade de eliminação da tansulosina. A administração concomitante de outros medicamentos que atuam de modo similar à tansulosina pode causar pressão baixa.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

Modo de uso ou como devo usar este medicamento?

Aspecto físico

As cápsulas duras do medicamento são compostas por 2 partes. Uma parte da cápsula é amarela e a outra verde opaca. Dentro das cápsulas, há grânulos brancos.

Características organolépticas: Vide aspecto físico.